QUAL A MELHOR OPÇÃO: ALUGAR OU FINANCIAR?



Não há dúvida de que entre comprar e alugar a casa para morar, a aquisição é a que realmente atende os anseios do casal. De mais a mais, pagar aluguel gera a sensação de estar jogando dinheiro fora, além do que, desestimula à realização de melhorias no imóvel. Mas será que há desvantagens em se financiar um imóvel? A resposta é depende. Observe que o financiamento pode ser viável, mas somente o é para aqueles que já tenham atendido a alguns requisitos.

Assim, caso esteja pensando em financiar um imóvel, leve em conta o estágio familiar que você se encontra atualmente, isto é, se casado, solteiro, com filhos, sem filhos, pois tudo isso irá implicar diretamente no imóvel ideal para a sua família. Afinal, de que adianta realizar o sonho de morar na casa própria se esta casa não atenderá as suas necessidades ou, não as atenderá por muito tempo? Este problema poderá agravar-se, caso o financiamento tenha sido feito para muitos anos. 

Em resumo o financiamento poderá ser viável se você já possuir uma vida familiar e financeira estabilizadas, não tiver dúvida quanto a mudanças de cidade, comuns no início da vida profissional, e outras questões decorrentes da vinculação que o imóvel financiado acarreta. 

De outro lado, o aluguel poderá servir de tempo para a preparação do terreno, em que o casal poderá analisar qual o imóvel ideal, com quanto poderão contar de entrada e quanto poderão suportar de prestação. Aliás, diversos consultores financeiros afirmam que pagar aluguel pode não significar “dinheiro jogado fora”, caso esteja paralelamente poupando para aquisição futura, pois com dinheiro na mão, acúmulos de rentabilidade, eventual valorização do imóvel e não pagamento de juros, podem ultrapassar as pretensas vantagens do financiamento. Observe que tudo vai depender do seu caso concreto e da sua determinação e disciplina. 

Não é de se descartar também, a aquisição de imóvel na planta, com parcelamento diretamente com a construtora, casos em que você poderá conseguir aliar bons preços com juros baixos e, ainda, conseguir ganhar com a valorização do imóvel. Aqui vale uma observação: redobre os cuidados, pois é de suma importância conhecer a capacidade técnica e financeira dos empreendedores da obra. 

Portanto, antes de tomar a decisão, reflita acerca de todos os pontos prós e contras para então tomar a melhor decisão para você. Já que em matéria de imóvel o que é bom para o meu vizinho pode ser péssimo para mim. 

Voltar ao índice de informações imobiliárias